top of page

Looping

Confira meu texto publicado pelo @club.escreva - Escrita coletiva de julho- Enredo



Looping


Gabriela acordou às 3h30. Suada, coração acelerado, boca seca. Seria um presságio ou seria uma lembrança? Tomou um copo de água e anotou tudo como a terapeuta havia orientado.


Não voltou a dormir. Aquele sonho continuava ecoando em seu corpo. E mesmo que tentasse esquivar-se dele, a sensação era a mesma de outros que sonhava com frequência: onde se esforçava para correr e fugir de algo, mas não conseguia sair do lugar.


Presa nesta amarra tecida por uma agustia invisível, ela chora, ao tempo que tenta controlar sua respiração andando pelos cômodos da casa. Por fim, se deita no sofá, ainda em lágrimas, esperando o vagaroso sono chegar e levá-la para longe das inquietações.


Acorda em sobre salto, como se nada tivesse acontecido. Acelerada pelo atraso e com a cabeça nos tarefas acumuladas para o dia, ela se troca rapidamente, pega uma fruta qualquer na fruteira e sai correndo.


O que houve na madrugada, não foi presságio, muito menos lembrança. Foi mais um gatilho para que uma nova crise de ansiedade viesse a se manifestar. Não era a primeira, tampouco a última. Seu corpo continuava insistindo pela pausa que nunca vinha e ficará neste looping até que Gabriela compreenda de uma vez por todas qual é a prioridade em sua vida.


4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page